Ola pessoal, queria trazer para vocês um ocorrido comigo e a Melzinha num Sábado, dia 07 de Abril de 2018.

Você acha que sabe tudo, você acha que nunca nada de ruim vai acontecer e você acha que sempre vai reagir da melhor maneira possível em todas as situações... Pois bem, não é bem assim...

Sabem aquela frase: “Na hora do vamos ver, nunca sai como você imaginava...” É bem assim mesmo...

Estava em casa com a Melissa e o Eric... brincamos de manhã, fiz o Eric dormir e continuamos com as atividades dela da escola... Estava com pedreiro em casa arrumando algumas coisas ou seja, quase ficando louca cuidando dos dois, das roupas, comida, louça e mais orientar o pedreiro nas atividades que teriam que ser feitas...

A Mel pediu para fazer xixi, levei no banheiro, ela estava segurando tanto o xixi que quando fez espirrou e sujou tudo o chão... Pois bem, toca limpar o banheiro...

Enquanto eu estava limpando o Banheiro pedi para que ela fosse brincar que eu já estaria indo...

Claro que eu não percebi nada, ficou um silêncio total... era sinal de arte, mas como eu já estava com tanta coisa, não me atentei a este silêncio... Só me dei conta quando ela me chamou: “Mamãe” e apontou para a boca, segurando o pote de acetona na mão....

O que fazer!?

Demorei um pouquinho para conseguir entender o que exatamente era aquilo, quando entendi que ela estava dizendo que bebeu... literalmente EU SURTEI!!!

Dei uns gritos falando, Mel do céu porque você fez isso... Peguei ela correndo virei um pouco ela para baixo mas já tinha bebido e aí corri na cozinha para dar água... Enquanto ela estava tomando a água, liguei para a Dra. Flávia Nogueira, que como sempre me atendeu prontamente. Me instruiu em algumas coisas mas também me passou o contato do setor de Intoxicação da unicamp... O que acho muito válido todas terem esse contato para qualquer eventualidade...

Liguei para o local, o César me atendeu e me deu as instruções de que eu deveria observá-la durante todo o dia. O maior problema da acetona seria que quando cai no estômago, gera um gás que retorna para o pulmão e aí teria tosse. Se caso ela começasse a tossir ou vomitar, leva-la correndo ao Pronto Socorro.

Bem, graças a Deus passamos o dia muito bem, sem vômitos, sonolência, tosses etc...

GENTE!!! Que medo e que desespero... Parecia uma barata tonta correndo de um lado pro outro sem saber o que eu fazia primeiro...

Bem, mas tudo serve de lição... e aqui segue o telefone para vocês terem em casos como esse...

CCI Unicamp – (19) 3521-7555