Bom dia pessoal, como vocês estão? Hoje queria contar um pouquinho sobre minha experiência, não tem uma relação específica com a Síndrome de Down, mas com o dia a dia da Melissa e de nossa família.

Bem, pela primeira vez eu tive que fazer uma viagem internacional pela empresa que trabalho e ficar uma semana longe de casa...

Nossa! Foi um mês de preparo psicológico rsrs, tentando deixar tudo organizado para que o Eduardo desse conta de tudo kkk.

Pensem numa pessoa que já estava com saudades mesmo estando em casa... Eu sou muito organizada e não gosto de deixar nada pendente rsrs

Então, já tinha conversado com todos para poder organizar tudo durante minha ausência. 

Conversei com as terapeutas, com as escolas das crianças para em caso de emergência também terem contatos adicionais, todas as atividades de casa e informações na geladeira para não esquecer, organização de festa de formatura da Melissa, atividades regulares do meu trabalho, etc... Enfim, queria deixar o máximo possível em ordem, principalmente em casa, para que o Eduardo não “surtasse” rsrs. 

Nossa... enfim... muita correria para poder viajar tranquila.

Nesta viagem tive que levar muitos produtos da empresa para poder apresentar na Feira Espacio Food & Service do Chile e adivinhem quem me ajudou?

A Melissa é uma companheira fantástica e quer sempre me ajudar em tudo. Amo essa iniciativa na Melissa.

Então o grande dia chegou! Eu já estava com meu coração um pouco mais tranquilo e sabia que tudo daria certo, afinal de contas, toda a minha família também estaria ao lado do Eduardo se ele precisasse de algo.

Malas prontas, Uber na porta de casa e a despedida rsrs. As crianças não entenderam bem, acho que pensaram que eu estava indo passear e voltaria logo kkk...

Conciliar profissional com pessoal

Mas aí a surpresa... recebi um vídeo do Eduardo com as crianças, que me deu vontade de chorar, mas de alegria, e saber o quanto amo minha família. Esse vídeo, claro, me deu ainda mais forças para continuar e completar a minha jornada.

Graças a Deus a viagem foi muito tranquila!!! Tive alguns problemas na hora da chegada, em que a Aduana não me liberou os produtos. Tive que correr atrás de despachante local para me ajudar na liberação. No fim, deu certo, porém perdi alguns dias da feira, já que não pude entregar amostras aos clientes... 

O intuito da viagem, além de apresentar nossa empresa e produtos na feira, era fazer algumas visitas que já tínhamos agendadas à possíveis Distribuidores no Chile.

Muito trabalho, muito vai e vem, mas graças a Deus tudo correu muito bem!

Abaixo a foto de nosso espaço no Stand do Brasil... Assim como a turma toda do Brasil e o nosso Representante de Food Service no Chile.

Conciliar profissional com pessoal

Conciliar profissional com pessoal

Conciliar profissional com pessoal

Eu tentava sempre conversar com meus pequenos todos os dias, porém nem sempre era possível, já que eu chegava no hotel às 21h. Muitas vezes eles já estavam dormindo... 

Muitas pessoas me perguntavam se eu conheci os lugares, o que eu visitei... Infelizmente nessas viagens não temos muito tempo, afinal o evento começa cedo e vai até de noite. O máximo que consegui foi tirar algumas fotos no estacionamento do Pavilhão onde acontecia a feira e na caminhada do último dia, que tive 4h de "folga".

Conciliar profissional com pessoal

Na foto abaixo, quero mostrar para vocês como acontece o degelo das montanhas no verão. Na cidade tem um córrego muito grande! Imaginem que isso chega a transbordar... É muita água!!!

Conciliar profissional com pessoal

Alguns jantares com a equipe Brasil e também uma nova amizade, a Fernanda. Espero podermos viajar muito juntas ainda rs

Conciliar profissional com pessoal

Conciliar profissional com pessoal

Nesta viagem, o que pude ver é que posso me dedicar ao trabalho sem medos, que minha família estará bem, mesmo distante de mim por um tempo, que eu preciso ter esse tempo comigo mesma para poder me conhecer e poder dar tudo aquilo que quero à minha família, que eu não preciso me sentir culpada em deixá-los, afinal de contas, eles entenderão que a mamãe deles trabalha muito duro para poder dar sempre o melhor a eles e que no futuro eles terão orgulho da mamãe e da família que estão inseridos.

Obrigada à Deus pelas oportunidades que sempre cria à minha pessoa. Todos os momentos e dificuldades são grandes aprendizados para mim e sei que assim cresço como um ser humano melhor a cada dia!

As pessoas que sempre lutam por tudo, pela família, trabalho e seu tempo, orgulhem-se e não se martirizem. Podemos tudo sempre e nossos filhos sabem e saberão disso.

Um grande abraço a todos e até semana que vem!