Bom dia queridos seguidores! Hoje queria trazer aqui a história de uma mamãe muito querida, Nara, e de sua filha Alice... Nos conhecemos há um tempo atrás e nos tornamos grandes amigas.

A Nara falará um pouco sobre um incidente que aconteceu com a Alice no dia 19 de Junho de 2017. Coisas que acontecem com crianças que brincam e são felizes aproveitando cada momento de suas vidas.

Acidentes acontecem

Momentos de desesperos para as mamães e papais, mas que podem ser superados sempre.

“Alice macaquinha rsrs - Alice tem 3 anos e 4 meses, estávamos no parquinho do clube no feriado do dia 15 de junho, fomos passear na casa dos tios -avós  e o brinquedo que ela mais gosta de brincar é o famoso trepa –trepa, aquele causador da maioria dos acidentes mas ao mesmo tempo para as nossas crianças tem um efeito terapêutico de forca e coordenação.... e para Alice não existe limite para nada, não há correção nem avisos que a façam parar.

Ficamos no parque em torno de duas horas, a Alice escorregou no escorregador, subiu  na escalada pra descer escorregando, passou pelo túnel , passou pela ponte que balançava enfim.... eu ali do lado o tempo todo orientando e avisando sobre todos os cuidados que ela deveria tomar e eu, como toda mãe, repetindo váááááárias vezes a mesma coisa.

Logo ela avistou o famoso trepa-trepa e, com certeza e já cansada daquele outro brinquedo, não pensou duas vezes foi correndo até lé e fui atrás... fiquei ali do lado uns 15 minutos novamente dando todas as orientações e repetindo a palavra cuidado.... cuidado.... mas ela já estava acostumada pois no condomínio onde moramos tem um e na escola também tem... então Alice já está “acostuma” com o brinquedo mas como toda criança eles gostam de novos desafios e pegam confiança muito rápido naquilo que já estão acostumados a fazer...

Meu marido estava sentado com meu pai em uma mesinha bebendo um suco e me chamaram para sentar um pouco, pois dali onde eles estavam dava para ver ela brincando. Eu já estava cansada, confesso, de ficar de pé esse tempo todo, chamei ela para ir sentar conosco, até porque já estava na hora de ir almoçar, mas claro que ela não queria ir porque fazia  pouco tempo que estava no brinquedo então queria brinca mais.... Então caminhei até a cadeira e sentei... foi exatamente neste segundo que sentei e olhei para ela, eu a vi caindo, ela subiu com o pé e puxou com as mãos apoiando com a  barriga e virou caindo de ponta apoiando os braços para proteger a cabeça, sai correndo peguei ela no colo e na hora já vi o bracinho dela tortinho... Ela chorava muito e de um jeito que só a mãe sabe que não estava tudo bem. Meu coração  já estava apertado e a culpa já batendo forte do porque eu fui sentar enquanto eu fiquei ali do lado nada tinha acontecido, mas sempre fui uma pessoa muito positiva em pensamento e já me acalmei pensando que eu sou mãe mas sou ser humano também estava cansada e esse tipo de coisa acontece inclusive comigo já aconteceu então vamos lá, respira fundo e vamos enfrentar.

Levamos  ao hospital o mais rápido, tiramos o Raio X e confirmado, ela quebrou o dois ossos, o rádio e ulna, foi preciso colocar gesso e o pior colocar os ossos no lugar e esse momento confesso que a culpa doeu e em dobro, mas infelizmente faz parte da infância e eu digo hoje que prefiro vê-la com o braço quebrado do que vê-la em uma cama de hospital.

Acidentes acontecem

Acidentes acontecem

Na volta às atividades descobri que a Terapeuta Ocupacional dela se especializou em terapia da mão, ou seja, mesmo engessada ela já faz uma terapia para não prejudicar os movimentos da mão pelo tempo parado com o gesso fiquei mais tranquila ainda, pois era uma informação que eu não sabia, achei que o pós seria somente uma fisioterapia mas não, nesse caso a recuperação se dá através de uma terapia feita com uma terapeuta ocupacional e Deus não poderia ser melhor conosco pois a dela já era especializada.

Até os 40 dias Alice deverá tirar 1 Raio X por semana para saber como anda a recuperação óssea que segundo os ortopedistas nessa idade vai muitíssimo bem e rápido, apesar de uma fratura completa a recuperação óssea e muito boa e positiva.“

 Acidentes acontecem

Acidentes acontecem

Acidentes acontecem

Queria muito agradecer você Nara e nossa pequena Alice por dividir esse momento conosco e desejamos melhoras rápidas!!!

São situações que todas nós podemos passar, afinal de contas, crianças que se machucam são crianças felizes que brincam e se divertem rsrs.